IoT: como otimizar e reduzir custos na sua empresa

Todas as notícias Tecnologia Institucional Parceiros Cybersecurity
Tecnologia

IoT: como otimizar e reduzir custos na sua empresa

Em um mundo cada vez mais competitivo, diversas empresas estão adotando a tecnologia em seu dia a dia para reduzir custos e otimizar os processos internos. Nesse cenário, a Internet das Coisas (IoT, na sigla em inglês) é uma alternativa que vem crescendo para ajudar os gestores a obterem melhores resultados.

Atualmente, a IoT tem diversas aplicações para facilitar o dia a dia das pessoas, seja em casa ou no trabalho. Por isso, a utilização desta tecnologia para reduzir custos já é uma realidade em inúmeras empresas ao redor do mundo.

O que é IoT ou Internet das Coisas?

IoT é uma sigla para Internet of Things, ou Internet das Coisas em tradução para o português.

Esse termo refere-se a equipamentos e dispositivos capazes de se conectarem à internet e interagirem entre si para criar uma rede de informações.

Na prática, esses objetos coletam dados do ambiente e os compartilham com outras máquinas para facilitar e dinamizar a rotina dos indivíduos.

Assim, uma lâmpada e um ar condicionado podem estar conectados a um sensor de presença, permitindo que os equipamentos sejam desligados automaticamente quando não houver ninguém no local, por exemplo.

Este é apenas um exemplo da aplicação da Internet das Coisas para otimizar os custos de uma residência ou empresa, já que a tecnologia permite fazer diversas outras ações dependendo da complexidade do sistema.

Em indústrias, por exemplo, as máquinas podem detectar suas falhas e, através da conexão com outros equipamentos, realizar reparos sem precisar de intervenção humana.

Como usar a IoT para otimizar e reduzir custos

Otimizar processos e reduzir custos é um dos grandes desafios dos gestores, que precisam evitar desperdícios e manter sua competitividade no mercado.

Para isso, a Internet das Coisas é a melhor maneira de aumentar o controle sobre as atividades, já que pode ser implementada em diversas áreas e de maneiras diferentes, de acordo com a necessidade de cada local.

Confira as principais aplicações da IoT em empresas:

  • Redes de distribuição de energia (Smart Grids)

A Smart Grid é uma rede elétrica inteligente, em que todos os componentes (linhas de energia, transformadores, medidores elétricos, entre outros) comunicam-se entre si e enviam dados a uma central.

Com isso, é possível contar com controles automatizados para distribuição e reparos, além da comunicação integrada que permite uma resposta rápida a possíveis interrupções no fornecimento de energia.

Dessa forma, a empresa pode investir na manutenção do sistema e gerenciar a distribuição de recursos de forma mais eficiente, reduzindo o desperdício e evitando gastos desnecessários.

  • Redes de distribuição de água

Uma forma de utilizar a tecnologia de IoT para reduzir custos é instalar sensores em toda a rede de distribuição de água que, ligados a um sistema eficiente de processamento de dados, permitem a coleta de informações de ponta a ponta.

Dessa forma, é possível detectar os pontos de desperdício antes que causem prejuízo à companhia.

Outra aplicação da tecnologia em redes de distribuição de água é medir os níveis dos reservatórios e gerenciar a utilização dos recursos para evitar gastos desnecessários.

  • Medição remota

Muitas distribuidoras de água e energia estão investindo em soluções para realizar a medição remota em áreas de difícil acesso.

Assim, com a instalação de medidores inteligentes, é possível realizar o gerenciamento eficiente do consumo e, com isso, aumentar a eficiência na entrega.

Essa tecnologia permite ainda que as distribuidoras tenham maior controle sobre suas operações e possam melhorar a infraestrutura sem precisar interromper o fornecimento.

  • Indústria 4.0

A Indústria 4.0 é parte da Quarta Revolução Industrial, em que a tecnologia da informação é usada pelas indústrias para adquirir vantagem competitiva.

Nesse sentido, com a Internet das Coisas, é possível utilizar sistemas, sensores e recursos de comunicação para que gestores possam acompanhar os processos de forma mais aprofundada.

Com esses recursos, também é possível aumentar a produtividade das máquinas ao reduzir o número de paradas, planejando a manutenção para não interferir na rotina de produção.

  • Domótica

A domótica, também conhecida como automação residencial, é o conjunto de tecnologias que automatizam e facilitam a realização de tarefas domésticas.

Com isso, o morador tem maior conforto, comodidade e segurança, além de gerenciar de forma mais inteligente gastos com água e energia, por exemplo.

Essa tecnologia pode ser aplicada em casas, prédios ou condomínios, dependendo dos recursos disponíveis, que podem incluir controle de acesso, gestão de ar-condicionado, lâmpadas e outras possibilidades.

  • Building Management System (BMS)

O BMS, também conhecido como Sistema de Gestão Predial, é uma ferramenta de administração de todos os recursos instalados em um empreendimento.

Assim, pode incluir sistemas de controle de acesso, refrigeração, iluminação, detecção de incêndios, entre outras possibilidades.

A partir disso, é possível integrar todos esses sistemas e disponibilizar as informações ao gestor em tempo real, reduzindo custos operacionais e aumentando a eficiência da utilização de recursos como água e energia.

A IB Tecnologia tem diversas soluções para a segurança completa de empresas, seja qual for o segmento. Nossos profissionais atuam em todas as etapas de realização dos serviços e elaboram projetos personalizados para as necessidades de cada organização.

Para saber mais sobre a aplicação de IoT para reduzir os custos na sua empresa, entre em contato com nossos especialistas. Contamos com parceiros reconhecidos internacionalmente para fornecer serviços em cybersecurity e proteção de espaços físicos.

Sobre o autor

Carlos

Desenvolvimento de projetos de automação predial, segurança eletrônica, eficiência energética e conservação de energia na área predial, interoperabilidade com redes elétricas inteligentes. Desenvolvimento de sistemas de supervisão e controle predial (BMS).